Nota Pública: Greve Geral com paralisação de todas as escolas é prioridade

Postado em: 19/04/2017

 

O SINTE/SC através da Executiva Estadual, em virtude das mobilizações para a Greve Geral do dia 28 de abril, convocada pela CUT, CNTE, CTB, CONLUTAS, INTERSINDICAL entre outras centrais e movimentos sociais, decidiu pela suspensão da Assembleia Estadual do dia 28/04.

A deliberação vem ao encontro de construir de fato uma grande paralisação nacional, para que todas e todos os/as trabalhadores/as em educação possam participar de atos ou atividades realizadas em sua região ou cidade e paralisem todas as escolas de SC.

No entendimento da executiva, uma assembleia no dia da greve geral poderia, de certa forma, desmobilizar os/as profissionais da educação, visto que, grande parte precisa se deslocar até a capital, deixando de unificar a luta em sua região. Este também foi o pedido de algumas Coordenações Regionais da entidade, que estão juntos na organização das manifestações em seus municípios.

Aproveitamos para orientar as regionais que ainda não tem programação, que organizem a mobilização em sua região, ou se unifique ao movimento em local mais próximo chamando os/as trabalhadores/as.

Ressaltamos a importância desse momento de luta e unificação da classe trabalhadora que teremos neste dia 28 de abril, pois só assim, conseguiremos derrubar as medidas do Governo Temer que pretendem destruir os direitos dos/as trabalhadores/as de forma irreversível com as Reformas da Previdência e Trabalhista.

Sendo assim, convocamos todos/as os/as trabalhadores em educação para participar da GREVE GERAL DO DIA 28/04, PARANDO SUA ESCOLA e participando das atividades em sua regional ou cidade. É hora de luta e unificação. Faça parte!

Por nenhum direito a menos! CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA, pelo Piso Nacional na carreira, pagamento das perdas salariais (piso e inflação) e anistia das faltas do magistério catarinense!

 

DIRETORIA EXECUTIVA DO SINTE/SC